• geral@appbg.pt

Património geológico, geodiversidade e paisagens geológicas de Marrocos

(Fotografia original de Adão Mendes, digitalizada)

Datas: 7 a 14 de abril de 2023 (interrupção letiva da Páscoa)

Local: Marrocos

N.º participantes (min/máx): 31/40

N.º horas de formação: 45

Abertura de inscrições: dia 10-11-2022, às 21h00

Fecho das inscrições: dia 26-11-2022, às 23h59

Condições de admissão e critérios de seriação dos candidatos:
a) 1.ª Prioridade - associados da APPBG com as quotas atualizadas (até às 20h00 do dia 10-11-2022), por ordem de inscrição (prioridade até às 23h59 do dia 13-11-2022);
b) 2.ª Prioridade - associados da APPBG em situação irregular e não associados, por ordem de inscrição.

Nota: após receção da notificação de seleção, o/a formando/a deverá efetuar o pagamento da ação até 48 horas após a receção dessa notificação. A não formalização da inscrição nesse prazo resultará na anulação da candidatura e consequente substituição por elemento em lista de espera.

Preço da ação:
Associados da APPBG com as quotas atualizadas (até às 20h00 do dia 10-11-2022) = 1 880€
Associados da APPBG em situação irregular e não associados = 1 980€

Nota: o pagamento poderá ser feito em 3 partes, se acordo com o seguinte calendário:
a) até 48 horas após a receção da mensagem de seleção - 680€ (sócios) / 780€ (associados em situação não regularizada e não associados)
b) até 31 de janeiro - 600€
c) até 28 de fevereiro - 600€

O preço da inscrição inclui:
- viagens de avião (Lisboa-Madrid-Casablanca e Marraquexe-Madrid-Lisboa);
- 7 noites de alojamento em quarto duplo;
- Pensão completa, desde o jantar do 1º dia até ao jantar do 7º (6 almoços e 7 jantares);
- Transporte em autocarro de turismo durante os dias do CF;
- Jipes e dromedários nas dunas de Erg Chebbi;
- Táxis para visita às Gargantas do Dades;
- Jipes para visita ao Geoparque M’Goun;
- Guia local falando Português ou Espanhol durante as visitas, desde Casablanca até Marraquexe;
- Entrada no Palácio Bahia e Jardim Majorelle em Marraquexe;
- Gratificações a guias e motoristas locais;
- Taxas hoteleiras, serviços e IVA;
- Seguro Multiviagens I (assistência, cancelamento, interrupção e coberturas complementares COVID-19).

Objetivos:
• Mobilizar conhecimentos geológicos prévios, que os formandos já possuam acerca das temáticas de natureza vulcânica e estratigráfica a abordar;
• Construir representações a partir da interpretação de processos geológicos em contexto natural;
• Formular hipóteses a partir da análise de dados recolhidos em contexto natural e que possam ser confrontados com o conhecimento científico aceite;
• Desenvolver atitudes e valores inerentes ao Trabalho de Campo (TC) em ambiente natural ígneo e sedimentar, de modo a que os formandos desenvolvam não só os seus conhecimentos científicos, mas também atitudes de cooperação, partilha e de respeito pelo património natural e construído;
• Promover a educação para o desenvolvimento sustentado por intermédio da conservação do património geológico, consubstanciada no conhecimento científico dos geomonumentos e património geológico de Marrocos comparativamente com o património geológico de Portugal. 

Programa:
1º Dia – Lisboa (avião) – Casablanca – Meknes
Comparência no aeroporto de Lisboa para embarque em voo com destino a Casablanca, via Madrid. Chegada e continuação para Meknes, cidade conhecida como a “Versailles Marroquina” mandada construir no séc. XVII por Moulay Ismail. Panorâmica de apresentação da cidade. Jantar. Alojamento no Hotel Zaki 4* ou similar.

2º Dia – Meknes – Volubilis – Ifrane – Midelt
Saída para Volubilis. Visita a esta importante cidade romana com uma extensão de 42 hectares, onde é possível observar o desenvolvimento romano no norte de África. Em 1997, esta cidade foi classificada Património da Humanidade pela UNESCO. Continuação para Ifrane, localizada a 1.700 metros de altitude e no centro de uma densa floresta de cedros, um verdadeiro contraste conhecido por “Suíça marroquina”. Almoço. Prosseguimento para Midelt. Jantar. Alojamento no Hotel Taddart 4* ou similar.

3º Dia – Midelt – N’Zala – Er Rich – Ziz – Erfoud
Viagem através das montanhas do médio atlas e pelo Desfiladeiro de N’Zala, onde se pode contemplar uma vasta extensão desértica e observar a Formação de Agoudim com estruturas em ripple. Partida para o sul com destino a Erfoud. Chegada a Er Rich. Aula de campo na região de Er Rich. Continuação pelas Gargantas do Ziz para observação de calcários do Jurássico Inferior Médio, onde a vista se funde nas águas verdes do rio, que contrastam com as rochas vermelhas. Almoço entre as visitas. Chegada a Erfoud. Excursão ao deserto do Saara, em jipes 4x4, para assistir ao pôr do sol no Erg Chebbi, onde as dunas, que poderá percorrer a pé ou de dromedário, podem atingir os 100 metros de altura. Jantar e alojamento no Hotel Kasbah Xaluca 4* ou similar.

4º Dia – Erfoud – Oásis Tinerhir – Todra – Boumalne Dades – Gargantas do Dades – Ouarzazate
Partida em direção ao Oásis de Tenerhir. Tempo para fotografar um dos mais emblemáticos oásis da região, um verdadeiro postal ilustrado do Sul. Continuação para as vizinhas Gargantas do Todra. Visita a esta espetacular formação geológica escavada pelo Rio Todra, sob a forma de um profundo desfiladeiro ladeado por escarpas íngremes de ímpar beleza. Almoço entre as visitas. Prosseguimento para Boumalne Dades. Viagem, de táxi, para visita às Gargantas do Dades, percorrendo uma estrada em ziguezague. Após a visita, continuação para Ouarzazate. Jantar e alojamento no Hotel Ibis 3* ou similar.

5º Dia – Ouarzazate – Ait-Benhaddou – Marraquexe
Partida para Ait-Benhaddou, pequena cidade de três hectares, fortificada e integralmente construída em adobe. Património da Humanidade da UNESCO desde o ano de 1987, Ait-Benhaddou ganhava já popularidade antes disso, sendo um dos cenários escolhidos para diversos filmes que se celebrizaram a partir da década de 60, tais como “Lawrence da Arábia” ou o “Gladiador”. Visita com destaque para o seu Kasbah, um dos maiores e melhor conservados de Marrocos. Almoço entre as visitas. Continuação para Marraquexe. Jantar e alojamento no Hotel Kenzi Rose Garden 5* ou similar.

6º Dia – Marraquexe – Geoparque M’Goun – Marraquexe
Partida, em jipes 4x4, em direção ao Geoparque M’Goun, localizado a cerca de 100 km de Marraquexe, no meio da cadeia do Alto Atlas central. Abrange uma área de cerca de 5.700 km2 e inclui uma série de geossítios de elevado interesse, bem como locais de valor ecológico, arqueológico, histórico e cultural. Visita com destaque para os geossítios “Le Pont Natural d’Imin Ifri”, “Empreintes de pas de dinosaures Iouaridène”, “Empreintes de pas de dinosaures Ait Blal” e “Paysage géologique à Bougal (Taghia) près d’Abachkou”. Almoço entre as visitas. Regresso a Marraquexe. Jantar. Alojamento.

7º Dia – Marraquexe
Panorâmica de apresentação da capital turística de Marrocos, cidade imperial conhecida como “a cidade ocre”, com passagem pelas Muralhas do séc. XII, o Minarete da Mesquita da Koutubia e a famosa Praça de Jemaa el Fna. Visita com destaque para o Palácio Bahia e a Medina. Visita aos Jardins Majorelle, considerados um dos pontos mais relaxantes do coração da cidade e mandados construir pelo pintor francês Jacques Majorelle. Tempo livre para compras na Medina ou um passeio pela Praça de Jemaa el Fna. Almoço entre as visitas. Jantar e alojamento.

8º Dia – Marraquexe (avião) – Lisboa
Em horário a combinar localmente, transfer para o aeroporto para embarque em voo com destino a Lisboa, via Madrid. Fim da viagem.

IMPORTANTE: nos diferentes dias estão incluídas várias paragens com interesse geológico, que não estão enunciadas no programa, para não o tornar demasiadamente exaustivo.

Nota:
Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação de formação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores dos Grupos de Recrutamento 230, 420 e 520.
Para efeitos de aplicação do artigo 9.º do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para a progressão em carreira de Professores dos Grupos de Recrutamento 230, 420 e 520.

Regime de avaliação: Os formandos serão avaliados na escala de 1 a 10, de acordo com o despacho n.º 4595/2015, do Secretário de Estado do Ensino e da Administração Escolar. Para obter a certificação, é necessária a frequência de, pelo menos, dois terços do total das horas de formação.

Critérios de avaliação:
Participação e empenho nas sessões de trabalho presenciais (2 valores).
Trabalho final individual sobre a formação realizada, integrando a reflexão sobre o contributo do Curso de Formação para o desenvolvimento profissional e o sucesso educativo dos alunos (8 valores).

Registo:
Modalidade: Curso de Formação
Destinatários: Professores dos Ensinos Básico e Secundário dos grupos 230, 420 e 520
Formadores: Luís Vítor Duarte e Driss Sadki
Local: Marrocos
Data de início: 2023-04-07 00:00:00
Data de fim: 2023-04-14 23:59:00
Mínimo: 31
Máximo: 40
Data limite de inscrição: 2022-11-26 23:59:00
Preço para Sócios com cotas regularizadas: €1880
Preço para Não sócios/sócios em situação irregular: €1980

Inscrever
  • 2022-11-08 23:32:52

Subsites

XI CONGRESSO APPBG

Risco Diferentes abordagens no quotidiano do professor de Biologia e Geologia

X CONGRESSO APPBG

Ciências da Terra e Ciências da Vida: Ensino, Aprendizagem e Avaliação - tendências e perspetivas

Jornadas de Refelexão - Outubro 2014

JORNADAS DE REFLEXÃO: "METAS, PROGRAMAS E EXAMES NACIONAIS DE BIOLOGIA E GEOLOGIA - TENDÊNCIAS E PERSPECTIVAS" 11 de OUTUBRO de 2014

IX CONGRESSO APPBG

SUSTENTABILIDADE NA TERRA: DESAFIOS À GEOLOGIA E À BIOLOGIA

Autonomia e Flexibilidade Curricular, Aprendizagens Essenciais e Perfil dos Alunos

encontro destinado aos docentes dos grupos de recrutamento 110 (1º CEB), 230 e 520 (Ciências Naturais | Biologia e Geologia). Formação privilegiada, objetivando um debate aprofundado em torno do Perfil dos Alunos e do Projeto de Autonomia e Flexibilidade Curricular, assim como das Aprendizagens Essenciais nos diferentes ciclos de escolaridade