Esclarecimento sobre o parecer da Prova 702-2ª Fase

A propósito da controvérsia gerada pelo parecer recentemente divulgado pela comunicação social acerca da Prova de Exame Nacional de Biologia e Geologia 702-2ª Fase, a Direcção Nacional da Associação Portuguesa de Professores de Biologia e Geologia, após período de reflexão e análise acerca das provas publicadas no presente ano lectivo, comunica o seguinte: 

1. Reiteramos o equilíbrio, a criatividade e a adequabilidade da generalidade das provas;

2. Não podemos deixar de reparar e de nos pronunciar sobre o seguinte:

     a. em algumas questões, o uso de terminologia que,  apesar de cientificamente correcta, não se encontra adequada aos programas homologados da disciplina, e como tal
absolutamente desconhecida da globalidade dos examinandos;

     b. alguns itens avaliam conteúdos conceptuais marginais aos já de si extensos programas vigentes, introduzindo factores de aparente aleatoriedade no ensino, aprendizagem e avaliação da disciplina de Biologia e Geologia.

3. Relativamente ao item 7 do grupo IV do exame da 2ª fase, aprofundada a bibliografia e solicitados vários pareceres científicos nacionais e internacionais esclarecemos que:

     a. não são conhecidos processos de hidrólise de glícidos de reserva responsáveis pela produção de ATP, como solicitado;

     b. a questão encontra-se mal formulada, pois confunde hidrólise com degradação ou utilização (de glícidos de reserva), termos científicos com significados bem diferentes e conhecidos pela maioria dos alunos;

4. Com a elaboração do parecer inicial e deste comunicado, a APPBG apenas pretende satisfazer a solicitação normal do GAVE relativamente à análise da prova, de acordo com os dados que, sob o ponto de vista científico e didáctico, entende serem correctos.

 

A Direcção da APPBG 

Esclarecimento (PDF)