• geral@appbg.pt

Curso de Formação “Mudanças climáticas ao longo da história da Terra. Evidências a partir do registo geológico”

 

As alterações climáticas, que são uma realidade no mundo atual, fazem-nos remontar à longa história da Terra, que é pródiga em eventos de mudança à escala global e com claros impactos na biosfera. E, pela força da natureza, sem a ação humana. Nestes episódios incluem-se, por exemplo, os casos clássicos das transições Pérmico-Triásico, Triásico-Jurássico e Cretácico-Paleogénico, mudanças que ficaram preservadas de modo bastante diferenciado nas rochas, através de assinaturas bióticas e abióticas. Não se inserindo em nenhum dos eventos principais que assolaram a Terra, o território português tem a particularidade de registar, de modo exemplar e fortemente sustentado cientificamente, o designado evento anóxico oceânico do Toarciano (~183 milhões de anos). Um intervalo de tempo que está associado a uma não menos importante extinção em massa, a intensa atividade vulcânica, anoxia, aumento da temperatura e acidez da água do mar. Um conjunto de efeitos de causalidade, interligados, e que têm no registo geológico a sua assinatura.

Com esta ação, que terá uma componente de campo importante na observação do registo geológico de um dos eventos mais marcantes do Mesozoico, pretende-se que os formandos:

i) Adquiram e cimentem conceitos relativos à interação entre os diversos sistemas do planeta Terra;

ii) Adquiram e cimentem conceitos relativos aos principais eventos globais ocorridos na história da Terra;

iii) Desenvolvam competências relativas à análise do registo sedimentar no campo;

iv) Apoiados na análise do registo sedimentar (também paleontológico e geoquímico), in situ, desenvolvam uma análise crítica quanto aos principais mecanismos naturais que interferem nas alterações climáticas ocorridas no passado;

v) Adquiram uma visão integradora sobre o evento anóxico oceânico do Toarciano registado em Portugal.

Componente Teórica:

Em contexto de sala de aula serão apresentados os conteúdos teóricos associados às grandes mudanças globais verificadas ao longo da extensa história da Terra. 1) A interação entre os sistemas litosfera-atmosfera-oceanos-biosfera; 2) A importância dos isótopos estáveis de carbono e de oxigénio; 3) Os principais eventos da história da Terra, onde se incluem grandes mudanças climáticas com impactos na biosfera: 3.1) O surgimento das cianobactérias no Arcaico e a sua contribuição para a oxigenação da atmosfera; 3.2) O “snowball Earth”; 3.3) A radiação biológica no Câmbrico; 3.4) A grande extinção do Ordovícico terminal; 3.5) A grande extinção do Devónico superior; 3.6) O Carbónico; 3.7) A grande extinção do Pérmico-Triásico; 3.8) A grande extinção do Triásico-Jurássico; 3.9) A grande extinção do Cretácico-Paleogénico; 3.10) O evento climático Paleocénico/Eocénico; 3.11) As glaciações do Plistocénico; 3.12) Variações climáticas do Holocénico; 4) Os casos dos eventos anóxicos oceânicos; 5) O caso concreto das mudanças globais do Toarciano Inferior e a importância do registo sedimentar português.

Componente Prática:

Saída de campo na região entre Coimbra e S. Pedro de Moel, com observação de afloramentos do Triásico superior-Jurássico. Aspetos particulares da variabilidade sedimentar e do seu significado paleoambiental. Particular ênfase no registo da passagem Triásico-Jurássico (região de Coimbra) e no Evento anóxico do Toarciano inferior (Rabaçal e Coimbra). Este último, ilustrando evidências sedimentares, paleontológicas e geoquímicas de excelência no registo sedimentar português.

Regime de avaliação: Os formandos serão avaliados na escala de 1 a 10, de acordo com o despacho n.º 4595/2015, do Secretário de Estado do Ensino e da Administração Escolar. A avaliação dos formandos depende da frequência mínima de 2/3 das horas de formação presencial.

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação de formação releva para efeitos de progressão em carreira de Professores dos Grupos de Recrutamento 230, 420 e 520.

Para efeitos de aplicação do artigo 9.º do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para a progressão em carreira de Professores dos Grupos de Recrutamento 230, 420 e 520.

Critérios de avaliação: Empenho e participação nas sessões (25%) + Trabalhos produzidos nas sessões (25%) + Trabalho final individual sobre a formação vivenciada (50%).

Registo: CCPFC/ACC-105044/19
Modalidade: Curso de Formação (15 horas)
Destinatarios: Professores dos Ensinos Básico e Secundário dos grupos 230, 420 e 520
Formadores: Professor Doutor Luís Vítor Duarte (DCTUC)
Local: Observatório Geofísico e Astronómico da Universidade de Coimbra (9-11-2019); Trabalho de campo (16/11/2019)
Data de início: 2019-11-09 00:00:00
Data de fim: 2019-11-23 00:00:00
Mínimo: 20
Máximo: 25
Data limite de inscrição: 2019-11-01 12:00:00
Preco para Sócios com cotas regularizadas: €25
Preco para Não sócios/sócios em situação irregular: €35

  • 2019-11-06 09:21:02

Subsites

IX CONGRESSO APPBG

SUSTENTABILIDADE NA TERRA: DESAFIOS À GEOLOGIA E À BIOLOGIA

Autonomia e Flexibilidade Curricular, Aprendizagens Essenciais e Perfil dos Alunos

encontro destinado aos docentes dos grupos de recrutamento 110 (1º CEB), 230 e 520 (Ciências Naturais | Biologia e Geologia). Formação privilegiada, objetivando um debate aprofundado em torno do Perfil dos Alunos e do Projeto de Autonomia e Flexibilidade Curricular, assim como das Aprendizagens Essenciais nos diferentes ciclos de escolaridade